SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

ASTRONOMIA E FÍSICA MODERNA: DUAS NECESSIDADES, UMA SOLUÇÃO (CP5)

Autores: 

Guilherme F. Marranghello e Daniela B. Pavani (Universidade Federal do Pampa)

Palavras-chave: 

Lei de Hubble, Lei de Planck, Efeito fotoelétrico, Estrelas

Os parâmetros curriculares nacionais prevêem a inserção de tópicos de astronomia e física moderna no currículo de física do ensino médio. Mesmo que estes tópicos possam ser abordados em qualquer um dos seis temas estruturadores, fica claro que o enfoque principal deve ser dentro dos temas Universo, Terra e Vida e Matéria e Radiação. Entretanto, também fica claro nos PCNs que o professor deve escolher o que e para que ensinar, devido à grande quantidade de conhecimento gerado pela física ao longo da história, que torna impossível a tarefa de apresentar, em sala de aula, “todo” o conteúdo de física. Sendo assim, apresentamos, neste trabalho, uma proposta de sequência didática capaz de conciliar ambos os conteúdos de física moderna e astronomia, previstos pelos PCNs. Dentro desta perspectiva, buscamos atender aos PCNs, utilizando este projeto em busca de uma compreensão sobre os processos de interação da radiação com a matéria, assim como a identificação da presença de componentes eletrônicos e suas propriedades nos equipamentos eletrônicos atuais.

Os conteúdos abordados envolvem uma análise do espectro eletromagnético, descrevendo as diferentes formas de radiação, do efeito fotoelétrico e da lei de radiação de Planck, sempre apresentados em consonância com a astronomia, utilizando trabalhos relacionados a uma caixinha de espectros, máquinas fotográficas digitais e fotografias do céu, associados ao espectro de uma estrela, à lei de Hubble e às temperaturas destas estrelas. Os conteúdos ainda são apresentados em conjunto com atividades práticas, desenvolvidas em parte pelo professor e em parte pelos alunos, buscando sempre um aprendizado mais prazeroso significativo. Partimos de uma investigação sobre o conhecimento prévio dos alunos acerca dos temas descritos e construímos uma sequência didática composta de 14 horas-aula, baseadas nos conceitos de diferenciação progressiva e reconciliação integrativa da Teoria de Aprendizagem Significativa de Ausubel.

Este trabalho encontra-se em andamento, sendo aplicado na Escola Municipal General Emilio Luiz Mallet, no município de Bagé. Nesta escola foi criado um Clube de Astronomia, com atividades periódicas para alunos do ensino regular e da modalidade EJA, seja em aulas teóricas, de laboratório ou em observações noturnas, utilizando um telescópio de 130mm. Como resultados iniciais, apresentamos apenas uma relfexão sobre o interesse e a participação dos alunos no Clube de Astronomia.

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2011_TCP5.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software