SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

RECONHECIMENTO DO ESPAÇO VIVIDO COMO ESPAÇO COLETIVO (CO21)

Autores: 

Erika Milena de Souza (Prefeitura Municipal de Vitória/Secretaria Municipal de Educação/Planetário de Vitória), Luan Góes Rocha de Lima(Prefeitura Municipal de Vitória/Secretaria Municipal de Educação/Planetário de Vitória), Sérgio Mascarello Bisch (Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciência Exatas/Departamento de Física)

Palavras-chave: 

ensino, planetário

O presente projeto foi desenvolvido pelo Planetário de Vitória com 12 unidades de ensino fundamental do município de Vitória, apresenta como perspectiva teórica estabelecer uma interrelação entre os fenômenos do Universo e o equilíbrio do nosso Planeta. Entretanto no desenvolvimento do referido projeto estabelecemos imbricações entre os aspectos naturais e sociais no planeta Terra. Nesse sentido, apresentamos o conceito de ambiente em sua complexidade, ou seja, reconhecemos que o ambiente natural se constitui na relação natureza-sociedade. Cada unidade de ensino realizava 03 visitas pedagógicas no Planetário de Vitória, em cada visita foi desenvolvida uma oficina pedagógica, com a construção de modelos didáticos; uma sessão de planetário foi apresentada e no último encontro realizamos visitação no ecossistema manguezal, que se localiza nas proximidades do Planetário. Dentre os modelos didáticos desenvolvidos elaborados podemos citar: sistema Sol-Terra-Lua, estações do ano, relógio de Sol na garrafa PET e terrário. Ressaltamos que as sessões de planetário - Sol - nossa energia; Terra- nossa casa, nossa morada e Lua foram desenvolvidas especialmente para este projeto,  essas sessões discutiam os aspectos físicos e químicos dos astros, entretanto, sempre, estabeleciam uma interrelação com a dinâmica social do nosso planeta. Em se tratando do planeta Terra, além dos aspectos físicos e químicos foram enfocados aspectos biológicos do nosso planeta, além dos principais impactos ambientais causados pela ação humana. No último encontro, após realizarmos discussão sobre a influência da Lua no comportamento do nosso planeta, foi realizada uma visita em uma franja de manguezal, localizada nos arredores do manguezal, o objetivo desta visitação foi observar os aspectos físicos, químicos, a fauna e aflora do manguezal, além do mais problematizamos os principais problemas ambientais que este ecossistema sofre e a utilização econômica realizada pelas populações tradicionais residentes em nosso município. Cremos que a elaboração deste projeto oportuniza romper com um currículo de ciências fragmentado, que não estabelece diálogo com os diversos aspectos sociais e culturais, além do mais oportunizou, de maneira concreta, a apresentação do conceito ambiente numa perspectiva de totalidade de processos.

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2011_TCO21.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software